Olá!

Aqui você encontra vários tipos de textos. São reflexões, introspecções, filosofadas e relatos, tudo sob a luz do mosaico. Desejo inspirar você com a mesma arte que me inspira.

Se quiser conhecer os mosaicos que faço, visite minha fanpage "Lucano Mosaico" no Facebook, onde há fotos de tudo o que já foi feito por mim. :-)

Se deseja adquirir um mosaico, visite minha Loja Online no site Etsy (clique AQUI).

Para entrar em contato comigo basta deixar um comentário aqui no Blog. Você também pode entre em contato pelo e-mail: avertamatti@yahoo.com ou interagir no Facebook.

Luminária Estrela.

A vontade era matar a saudade de montar uma luminária para velas que trouxesse cores. Outra vontade era reutilizar o máximo possível de materiais. Aliás, cada dia mais sinto que meu caminho vai nesta direção. Esse pensamento fica martelando na minha cabeça e quando reutilizo qualquer coisa, tem uma voz lá dentro que diz "é isso aí!!!!", cada vez mais alto e mais claro. Acho que por isso sempre vou insistir nesse assunto. O mundo é um só, minha gente. Não dá para seguir adiante como se não fosse. Então vamos abrir nossas mentes para aquilo que é diferente do que conhecemos. Vamos assumir responsabilidades ao fazer escolhas. Temos um poder enorme nas mãos.

Voltando à luminária, ela tem 80% de material reutilizado - vidro. Há vidro de garrafas (verde, azul e marrom) e vidros de frascos diversos que foram pintados com verniz vitral. Eu gosto de misturar vidros de diferentes espessuras porque ma agrada a textura que trazem para peça.

Em algum momento lá atrás, fiz umas luminárias com o revestimento "vazado" (veja aqui e aqui) e quis fazer  assim novamente. Desta vez uma estrela. Também adicionei umas miçangas e acho que em algum momento quero fundir o visual das garrafas revestidas de mosaico às luminárias. Veremos quais cenas o futuro nos trará...

Uma coisa que acontece com freqüência comigo é ter uma música na cabeça. Quando faço mosaico, geralmente o disco fica riscado e uma única música se repete até que tudo esteja concluído. Freud, meu querido, será que o Sr. poderia ajudar com isso? Enfim, a música que acompanhou a gestação e o nascimento desta luminária foi "Noite do meu bem". Então vou juntar as duas coisas para que você se transporte um pouco para o meu mundo. Lá vai:

"Hoje eu quero a rosa mais linda que houver e a primeira estrela que vier para enfeitar a noite do meu bem.
Hoje eu quero paz de criança dormindo e abandono de flores se abrindo para enfeitar a noite do meu bem."

"Quero a alegria de um barco voltando, quero ternura de mãos se encontrando para enfeitar a noite do meu bem.
Ah, eu quero amor, o amor mais profundo, eu quero toda a beleza do mundo para enfeitar a noite do meu bem."

"Quero a alegria de uma barco voltando, quero ternura de mãos se encontrando para enfeitar a noite do meu bem.
Ah, como esse bem demorou a chegar!
Eu já nem sei se terei no olhar toda a pureza que quero lhe dar".
Se você não faz nem ideia de que música é essa, clique aqui para ouvi-la na voz de Dolores Duran.

Nesta última foto, a Luminária Estrela faz pose ao lado de suas irmãs mais velhas que também têm muito vidro reutilizado. Como você pode ver, a vida no vale da reutilização é só amor.