Olá!

Aqui você encontra vários tipos de textos. São reflexões, introspecções, filosofadas e relatos, tudo sob a luz do mosaico. Desejo inspirar você com a mesma arte que me inspira.

Se quiser conhecer os mosaicos que faço, visite minha fanpage "Lucano Mosaico" no Facebook, onde há fotos de tudo o que já foi feito por mim. :-)

Se deseja adquirir um mosaico, visite minha Loja Online no site Etsy (clique AQUI).

Para entrar em contato comigo basta deixar um comentário aqui no Blog. Você também pode entre em contato pelo e-mail: avertamatti@yahoo.com ou interagir no Facebook.

Escolhemos amar.

É, meus queridos, o mundo anda sendo um lugarzinho bem curioso. Talvez sempre tenha sido assim, mas acontece que eu ando com essa sensação de que tudo está muito estranho. Parece que as tensões têm aumentado em quase todos os cantos e precisamos fazer um esforço para não sucumbir ao lado negro da força. Como dizem os filósofos, "não tá fácil, miga!". É neonazista causando pesado no trem, é covarde empurrando gente pelas costas escada abaixo na estação de metrô...e eu me vejo totalmente rendida, sem saber lidar com isso. O curioso é que no Brasil também há muita violência, mas eu carregava a sensação de que conseguia me defender de algumas coisas. Talvez seja aquela casca mais grossa que desenvolvemos para não sangrarmos até a morte. Só que a violência daqui é diferente e...é sério...está complicado de elaborar os sentimentos.

Quando teve o atentado aqui, em dezembro do ano passado, recebi o conselho de me cercar de amor e não entrar em ressonância com os sentimentos derivados de acontecimentos assim. Tem que fazer uma escolha consciente e se prender à ela. Tenho tentado fazer isso. Procuro referências que me inspirem o bem, que me façam rir, gargalhar (se possível), cavocar tudo o que é memória boa para revivê-las e, para não ficar só no passado, manter no horizonte próximo uns planos que aliviem o peso no peito.

Foi daí que veio este quadrinho. Logo mais a Ju vai casar. Meu Deus! A Ju vai casar!!!! Aquela menininha de cabelinho chanel que fugiu de mim tímida na primeira vez que nos vimos vai, toda maravilhosa e trabalhada no luxo, dizer um sonoro "sim" para o Japa. As crianças crescem e a gente assiste meio maravilhado a vida acontecendo. E imaginar quanta curtição deve estar acontecendo nos preparativos deste casamento tem temperado minha maltratada vibe com um pouquinho de açúcar. Sou muito grata por isso.

Ano passado fiz algo neste mesmo tema para a Louise e o Daniel, inspirada que estava pela linda celebração que fizeram. Agora é a vez dos sobrinhos. Para ficar mais personalizado, retirei o tecido que revestia a parte interna do envelope no qual veio o convite e usei-o junto com o mosaico.

Com o tecido do envelope preenchi os números, o símbolo do infinito e fiz duas bordas.


No verso colei o restante do tecido e o convite. Achei que assim a lembrança estaria completa.


Espero que combine com a casa nova dos noivos.

A vida é esse processo acelerado que exige escolhas constantes. Não escolher é também uma escolha, dizem. Então, vamos juntar nossas mentes e escolher o bem, o bom, o belo e o amor. A esperança que precisamos vem de nós mesmos.

Até a próxima!

6 comentários:

  1. Adriana, obrigada por partilhar um pedaço de sua alma.
    Vou muito à Alemanha e, como turista, nunca senti na pele nem sombra de xenofobia, mas sei que ela existe e que - apesar de loira - se me decidisse a viver aí não ia suportar.
    Feitas as contas, Portugal é mesmo paradisíaco, com todos os seus imensos defeitos. Sim, convivemos amistosamente com a diferença - estrangeiros incluídos - e isso me enche de orgulho.
    A sua escolha, quando decidiu largar tudo e rumar à Alemanha foi corajosa. Agora há que assumi-la e escolher "amar" parece-me ser a melhor e única escolha.

    O painel está lindo e único. Que a Ju seja imensamente feliz. E você também.
    Grande beijinho da Nina

    ResponderExcluir
  2. Obrigada, Adriana.
    Tão bom ler as suas palavras. Obrigada, muito obrigada.
    Beijo da Nina

    ResponderExcluir
  3. Driquinha!
    Que sempre você consiga ver " o bem, o bom, o belo e o amor".
    Que " Deus te ilumine " sempre,filhota. Beijão

    ResponderExcluir
  4. Acredito muito na energia que emanamos... já andei me questionando sobre isso por aqui, qual o melhor caminho para resolver estes problemas que nos cercam a interferem em nossas vidas.. afinal são elas que estão por um fio com esta violência... e a política aqui no Brasil, nem se fala! Nao devemos ser alienados e omissos.. Mas quando as coisas nao estao sob o nosso alcance o melhor caminho é sempre este: Do Bem, do amor... e assim atrairemos mais e mais coisas boas e amor para nós e o mundo! Não sei de falei besteira.. Mas são meus sinceros pensamentos. Bjao Adri

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Si!
      Eu penso assim também. E é um desafio e tanto, pois sem esforço algum a gente é levado pela correnteza do que está por aí. É necessário consciência e foco para não sucumbir à negatividade. Precisa fazer força . E se conseguimos nos manter numa vibração boa, acredito que consigamos pensar melhor. Aí quem sabe um dia a gente consegue encontrar algo que ajude na solução destes problemões. Enquanto isso a gente tenta se melhorar, não é?
      Beijo grande, querida!

      Excluir

Olá! Tenho muito interesse em saber a sua opinião sobre esta postagem. Obrigada pela sua visita!