Olá!

Aqui você encontra vários tipos de textos. São reflexões, introspecções, filosofadas e relatos, tudo sob a luz do mosaico. Desejo inspirar você com a mesma arte que me inspira.

Se quiser conhecer os mosaicos que faço, visite minha fanpage "Lucano Mosaico" no Facebook, onde há fotos de tudo o que já foi feito por mim. :-)

Se deseja adquirir um mosaico, visite minha Loja Online no site Etsy (clique AQUI).

Para entrar em contato comigo basta deixar um comentário aqui no Blog. Você também pode entre em contato pelo e-mail: avertamatti@yahoo.com ou interagir no Facebook.

O que acontece quando não se come doces.

Vez ou outra, ou quase sempre, proponho-me a passar o máximo de dias sem consumir açúcar. Bem sabatinada que estou sobre os malefícios deste veneno branco e consciente de que não possuo freios quando uma embalagem de qualquer coisa está no mesmo ambiente que eu, acho que devo mesmo fazer estas desintoxicações. Meu sonho é que eu comece uma empreitada dessas e jamais termine, mas sempre há um pudim no meio do caminho...ou um brownie...ou um cheese cake...ou um sorvete...

Os primeiros dias são cheios de convicção. Depois chegam os dias da abstinência, no qual os doces mais perversos invadem os sonhos e me fazem acordar num sobressalto, banhada em suor, bem no meio da madrugada. Mas aí chegam os dias em que tudo vai se encaixando. E parece até que o paladar muda. Uma tâmara parece absurdamente doce. E as uvas? Doçura pura e concentrada!

Desta última vez estava indo muito bem, obrigada, e em algum ponto deste processo fui mosaicar. De início queria fazer uma super luminária. Queria muitas cores, como sempre, e queria muitas texturas também. Separei o material e fui montando, encaixando, colando, encontrando minha própria lógica, minha simetria não declarada. Não estava totalmente rendida à peça até antes de rejuntar. Natural. O rejunte pode mudar tudo. Já tive paixões destruídas pelo rejunte. Acontece. Outros casos de amor nasceram após o rejunte. É a vida. E foi isso que aconteceu desta vez. Mas...espera um pouco...alguma coisa ficou muito explícita...

 Sim, cada um vê o que bem entende onde bem entende, mas...sei lá...parece que minha privação de doces se refletiu de alguma forma aí e acho que talvez, talvez não tenha sido muito sutil. Será mesmo?



Bem, considerando a evolução dos lados, acho que o primeiro foi feito no auge da abstinência. Aí a coisa foi acalmando até ficar bem espiritual. E como ficaria isso com velas dentro?


Hum..gosto. É bom, mas não surpreendente. Parece que falta alguma coisa...sal?...açúcar?...
Dilemas dietéticos à parte, passei a achar que a então luminária poderia ter outra vocação. Com a primavera explodindo bem na frente de nossos olhos, esta peça pede flores, lógico!!!


Sim!!!!! Mil vezes, sim!!!!! Nasceu para isso!!!! O que você acha? Eu acho que preciso experimentar todas as cores de flores que encontrar por aí e ver qual fica melhor...e preciso de um novo período de desintoxicação...


2 comentários:

  1. Gostaria de fazer um curso de mosaico, Vc dá aula?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Revista Ponto certo! Como vai?
      Atualmente resido na Alemanha e, portanto, não dou aulas. Contudo posso lhe indicar uma professora em São Paulo de quem sou fã: Yara Fragoso. O site dela é www.yarafragosomosaicos.com.br
      Vai fundo! Você vai adorar o universo do mosaico.
      Um abraço!

      Excluir

Olá! Tenho muito interesse em saber a sua opinião sobre esta postagem. Obrigada pela sua visita!