Olá!

Aqui você encontra vários tipos de textos. São reflexões, introspecções, filosofadas e relatos, tudo sob a luz do mosaico. Desejo inspirar você com a mesma arte que me inspira.

Se quiser conhecer os mosaicos que faço, visite minha fanpage "Lucano Mosaico" no Facebook, onde há fotos de tudo o que já foi feito por mim. :-)

Se deseja adquirir um mosaico, visite minha Loja Online no site Etsy (clique AQUI).

Para entrar em contato comigo basta deixar um comentário aqui no Blog. Você também pode entre em contato pelo e-mail: avertamatti@yahoo.com ou interagir no Facebook.

Bijuteria com tampas de garrafa.

Este novo capítulo das tampas de garra as apresenta não como protagonistas, mas como as melhores coadjuvantes que você poderia pedir. Quando imergimos nas águas da reutilização, uma coisa vai levando à outra. Em pouco tempo você vislumbra um mar de possibilidades para um único material. Aí é só decidir qual (ou quais) será a sua onda e surfar livremente. A onda da vez é a bijuteria. Amamos, certo? Amamos mais ainda montar as nossas próprias, certo? Sim e sim. Então vem na minha onda que é sucesso. Pegue as tampinhas, tire a borda - ou não, vai do gosto - tire aquela película que elas têm no fundo (isso é obrigatório) e monte a sua bijuteria em cima. Parece simples e é.

O espaço pode parecer pequeno, mas é tudo ilusão. Dá para criar muita coisa na tampinha. Eu escolhi fazer pingentes de colar. Para isso foi necessário fazer um pequeno furo na tampinha para colocar uma argola por onde passaria o cordão. Esse furo eu fiz com um prego pequeno. No mais, usei em grande parte os restos de cortes dos materiais utilizados em outros trabalhos e reaproveitei bijuterias antigas. Se você gosta dessa ideia, guarde aquele colar que quebrou, pois dá para reutilizar quase tudo.

Primeiro vamos ver a parte de trás dos pingentes:





Eu escolhi tampinhas que tivessem apenas uma figura ou fossem lisas, ou seja, que não tivessem nada escrito. Mas se isso não for possível, nada nos impede de pintar a tampinha da forma que bem quisermos. Com as escolhas coordenadas dá até para fazer um pingente dupla face. Sim, isso é beeem 1986, mas acho totalmente pertinente.

Outra questão importante é a cola que você vai usar. Vá até a loja de material de construção e gaste seu tempo na seção de adesivos. Leia as especificações dos fabricantes. Sabendo o que você vai usar, não será difícil encontrar um produto que seja compatível com os materiais escolhidos. Aí é só uma questão de soltar a imaginação.

O primeiro pingente que fiz foi este aqui:
A pedra verde foi o ponto de partida. 
Além da pedra natural, usei Millefiori, canutilhos de vidro, stained glass e smalti transparente. A borda do pingente veio de uma bijuteria quebrada (acho que era um conjunto de brincos) que rendeu para os pingentes dessa leva e ainda sobrou. Logo acima do pingente e no fecho usei contas de plástico que vieram de onde? Acertou todo mundo que disse bijuterias antigas. O cordão é de couro.

Veja os outros:
No centro uma pastilha de madrepérola que foi emoldurada por contas de vidro em vários formatos.

Esse é o meu preferido entre os quatro porque tenho verdadeira paixão por essa bola de vidro vermelha.

Neste adicionei esta conta verde de vidro, pois não conseguia me decidir se usaria como peça central a pedra ou o vidro. Na dúvida usei os dois.
No fecho, fiz o sistema de nós que podem ser vistos lá nas primeiras fotos. Além de serem bonitos, eles permitem encurtar o colar  posteriormente se você quiser. A medida média dos pingentes de tampinha é de 3,80 cm contando com essa borda que adicionei. Quer ver o caimento? Vamos lá:





Só vejo motivos para você fazer o mesmo.

Eu não sei se isso vem de outras vidas ou se peguei esse vírus nessa vida mesmo, mas poucas coisas me causam uma alegria maior do que juntar várias coisas (supostamente) sem utilidade e fazer algo bacana com elas. Sinto aquele contentamento de dever cumprido e acho que isso é o que serve como sinalizador da direção na qual devo caminhar.

Adoraria saber se alguém que lê este blog também já se aventurou na transformação de materiais. Não seja tímidx! Compartilhe comigo a sua experiência. Vamos juntos inspirar outras pessoas a fazer diferente. 

Beijos derretidos de calor e até a próxima!

_________________________________________
Já conhece a minha loja Online? Não? Então clique AQUI!


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá! Tenho muito interesse em saber a sua opinião sobre esta postagem. Obrigada pela sua visita!