Olá!

Aqui você encontra vários tipos de textos. São reflexões, introspecções, filosofadas e relatos, tudo sob a luz do mosaico. Desejo inspirar você com a mesma arte que me inspira.

Se quiser conhecer os mosaicos que faço, visite minha fanpage "Lucano Mosaico" no Facebook, onde há fotos de tudo o que já foi feito por mim. :-)

Se deseja adquirir um mosaico, visite minha Loja Online no site Etsy (clique AQUI).

Para entrar em contato comigo basta deixar um comentário aqui no Blog. Você também pode entre em contato pelo e-mail: avertamatti@yahoo.com ou interagir no Facebook.

Garrafa azul e branca.

Começo a fazer uma garrafa a partir da tampa. É ela que irá definir as cores base com as quais a garrafa será revestida. Os desenhos da tampa também servem de inspiração para a escolha dos materiais e para o estilho de linhas que serão criados.

Foi da internet que veio uma boa solução para fazer as tampas de garrafa: rolhas+puxadores de gaveta. Isso mesmo, pegue uma rolha de garrafa de vinho faça um furo no meio e enrosque um puxador de gaveta. Simples como toda boa ideia deve ser.

Diz a regra que devemos começar a revestir uma garrafa pela base. Se o revestimento na base estiver reto, todo que vier depois também estará. Neste caso não fugi a esta regra, mas confesso que após a primeira linha já pulei para o centro e depois fui para cima e depois para baixo...fui num vai e vem até fechar todos os espaços. Por quê? Porque deu vontade, porque é bom demais deixar a mente brincar e guiar as mãos, porque afrouxar as regras no omento da criação pode nos levar a lugares onde provavelmente não iríamos. Isto é muito valioso para quem trabalha com criatividade.

E nesta brincadeira solta foi surgindo esta garrafa azulada. Utilizei pastilhas de vidro, gemas de vidro, millefioris, satined glass, espelhinhos texturizados e miçangas de vidro. No momento do rejunte aconteceu o pavor de todo mosaicista. Algumas peças começaram a soltar como se não houvesse cola alguma ali. O que fazer? Tirar turo o que está mole e rejuntar o que está bem fixo. Depois que este rejunte secou, recoloquei as tesselas que haviam soltado. O diagnóstico da tragédia foi o seguinte: o tubo de silicone estava no final e neste final parece que a mistura não estava bem balanceada. O resultado é que o silicone não secava. Eu nunca tinha visto isso antes, e vocês? Com um novo silicone em mãos os reparos foram feitos e a garrafa concluída. Ficou suave e com uma ar "Gypsy".

Detalhes de gemas e millefioris.


Parte de trás.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá! Tenho muito interesse em saber a sua opinião sobre esta postagem. Obrigada pela sua visita!