Olá!

Aqui você encontra vários tipos de textos. São reflexões, introspecções, filosofadas e relatos, tudo sob a luz do mosaico. Desejo inspirar você com a mesma arte que me inspira.

Se quiser conhecer os mosaicos que faço, visite minha fanpage "Lucano Mosaico" no Facebook, onde há fotos de tudo o que já foi feito por mim. :-)

Se deseja adquirir um mosaico, visite minha Loja Online no site Etsy (clique AQUI).

Para entrar em contato comigo basta deixar um comentário aqui no Blog. Você também pode entre em contato pelo e-mail: avertamatti@yahoo.com ou interagir no Facebook.

Quem sou eu?

    Passamos nossos dias em busca de algumas respostas. São questões comuns a todos nós. Em momentos existencialistas, passamos longos períodos tentando encontrar pistas que nos indiquem o sentido de tudo, a razão por trás dos acontecimentos e qual dos caminhos devemos seguir. São anos e anos analisando o que está do lado de fora. Então um dia você se olha no espelho e, como se acordasse de um longo sono, se pergunta de quem é aquele rosto refletido. Ainda sem encontrar as respostas dos dilemas do planeta, percebe que deixou de lado os próprios enigmas e tornou-se um estranho dentro do próprio corpo. Tendo sucumbido a todos os apelos de valores totalmente invertidos, perdeu a mão do auto-conhecimento. Digo com convicção que, se você deseja se aprimorar, se tornar uma pessoa melhor, alguém que faça a diferença no meio em que está, deve investir no auto-conhecimento. Pode-se escolher uma ferramenta, dentre as tantas disponíveis, para lhe guiar neste processo. Mas se você for um descrente em relação aos métodos existentes, lá vai uma experiência muito didática: observe-se no momento de adversidade. Quando está tudo bem, somos todos lindos, pessoas queridas e sorridentes, andando perfumados por aí. Mas, quando tudo vai pelo ralo, quando a maionese desanda totalmente, quando o tempo fecha, tchanan! As máscaras caem e temos nosso lado obscuro revelado. Creio que todos já estiveram em situações em família, no trabalho, onde, ao instalar-se o revés, sumiram os beijinhos, os abraços, as brincadeiras e um bando de rostos carrancudos e acusadores passou a andar pelos corredores, subindo e descendo escadas, isolando-se em suas salas ou quartos. Há relacionamentos que não sobrevivem a situações assim e nada volta a ser como era antes. Então se você quer se conhecer, observe-se durante a crise. Ali estará escancarado quais são os pontos que precisam ser trabalhados para que possamos viver de forma mais equilibrada e, consequentemente, mais saudável. Ninguém gosta de encarar seu lado negro, mas negá-lo não fará com que seja sublimado. Esta corajosa tentativa de aprendizado só é válida para quem deseja verdadeiramente ser mais feliz. Quem não tem esta aspiração genuína não verá sentido nenhum nestas palavras e perderá o melhor da festa por não assumir a responsabilidade sobre a própria vida.






2 comentários:

  1. Quando chegamos a idade em que cheguei, não temos tempos de perder oportunidades. Por isso vivo e busco entender o que me espera ño dia seguinte. Adorei o texto. Um grande abraço

    ResponderExcluir
  2. Foi um prazer esta aqui, aguardo sempre sua visita. http://alcastrosantos.blogspot.com

    ResponderExcluir

Olá! Tenho muito interesse em saber a sua opinião sobre esta postagem. Obrigada pela sua visita!