Olá!

Aqui você encontra vários tipos de textos. São reflexões, introspecções, filosofadas e relatos, tudo sob a luz do mosaico. Desejo inspirar você com a mesma arte que me inspira.

Se quiser conhecer os mosaicos que faço, visite minha fanpage "Lucano Mosaico" no Facebook, onde há fotos de tudo o que já foi feito por mim. :-)

Se deseja adquirir um mosaico, visite minha Loja Online no site Etsy (clique AQUI).

Para entrar em contato comigo basta deixar um comentário aqui no Blog. Você também pode entre em contato pelo e-mail: avertamatti@yahoo.com ou interagir no Facebook.

"Alegria, alegria minha gente!"

    Imagine uma vida que tenha durado 102 anos! Uma das primeiras coisas que vem à mente é a quantidade de acontecimentos que essa pessoa testemunhou. Várias revoluções políticas, culturais e sociais, vários regimes governamentais, vários avanços tecnológicos e uma infinidade de outros fatos que mudaram o rumo da história do mundo. Mas, por um momento, pense sob o ponto de vista humano, algo pessoal e imagine os acontecimentos cotidianos de uma vida de 102 anos. Todas as pessoas que conheceu, todas as paixões que experimentou e tantas outras que testemunhou, quantas conclusões empolgantes, quantas novidades inebriantes pode ter. Quantas vidas gerou, direta e indiretamente, quanto carinho, afeto e amor teve a capacidade de semear, quanto bem pode propagar. E como tudo tem dois lados e um deles não tem flores, quantas decepções lhe amargaram a boca, quantos desencantos lhe eclipsaram o sol, quantas despedidas reduziram seu coração a pó.
    Somando a parte boa e a parte ruim, ambas certas e irrefutáveis na nossa existência, imagine quanto conhecimento foi possível adquirir ao longo de mais de cem anos. Quanto conhecimento dividido e, assim, multiplicado, quantos conselhos dados, quanta paciência e compreensão diante da inexperiência insurgente.
Tendo acompanhado pouco mais de 1/3 desta longeva existência, fico cabalmente admirada e só tenho uma palavra para descrever este processo: incrível! Quando se pensa em ciclo da vida não há melhor exemplo do que este e eu falo aqui da fileira da geração dos bisnetos, mais para o fundo do teatro. Daqui vejo que esta pequenina pessoa, que teve a audácia de viver por 102 anos fez, entre tantas, uma das coisas que mais admiro: ela foi um ponto de união. Se cada um de nós fosse uma semente ou uma conta ela certamente foi o fio que nos unia num reluzente colar totalmente heterogêneo.
    Imagino cá com meus botões o que testemunharam aqueles que se sentam nas fileiras mais à frente. Viram tudo o que eu vi e muito mais! Agora precisarão lidar com o buraco físico de um espaço que não é mais ocupado. Por sorte ou providência divina isto não ocorre em suas almas onde ela permanecerá derramando seu amor e suas histórias, seu bom humor e sua irreverência. As boas lembranças duram para sempre se assim desejarmos...
    Mais uma vez, como a evolução não pára, o espetáculo chega ao fim num sutil e esperado apagar de luzes. Poder olhar estes 102 anos e perceber suas ramificações faz-me reverenciar a Criação e entender que no dia de hoje presenciamos o verdadeiro milagre da vida.


2 comentários:

  1. ... e na foto agumas dezenas (centenas?) dos milhares (milhões?) de pontinhos de crochê feitos por ela...

    ResponderExcluir

Olá! Tenho muito interesse em saber a sua opinião sobre esta postagem. Obrigada pela sua visita!