Olá!

Aqui você encontra vários tipos de textos. São reflexões, introspecções, filosofadas e relatos, tudo sob a luz do mosaico. Desejo inspirar você com a mesma arte que me inspira.

Se quiser conhecer os mosaicos que faço, visite minha fanpage "Lucano Mosaico" no Facebook, onde há fotos de tudo o que já foi feito por mim. :-)

Se deseja adquirir um mosaico, visite minha Loja Online no site Etsy (clique AQUI).

Para entrar em contato comigo basta deixar um comentário aqui no Blog. Você também pode entre em contato pelo e-mail: avertamatti@yahoo.com ou interagir no Facebook.

Para a minha Preta.

    A minha Preta não é só preta. Mistura todas as cores, menos nos olhos, cristais laranjas, faroletes incandescentes.
    A minha Preta veio de sopetão, quando as lágrimas pelo Plínio ainda rolavam grossas e abundantes. Pequena, minúscula, calma, charmosa. Partiu o coração do antigo humano que a acolheu para continuar a ter um lar.
    A minha Preta se sentiu em casa desde o primeiro instante. Ocupou todos os espaços e se empenhou em conquistar todo mundo, especialmente sua legítima irmã postiça.
    A minha preta é destrambelhada, se mete em buracos de onde não sabe sair. Faz de tudo uma festa e como manteiga de manhã.
    Como eu, minha Preta às vezes entra em crise sem saber o que quer. Mas quando ela descobre é despreocupada, autêntica e espontânea como eu gostaria de ser.
    Quando vai ao médico, a minha Preta é feroz! São vários braços e mãos para uma vacina de rotina. Quem só a conhece nessas horas não sabe que à noite, no aconchego do cobertor felpudo, a minha Preta busca com carência voraz, as tetas da mãe que não foram sugadas pelo tempo necessário na época necessária.
    A minha Preta tem muito amor para dar a quem quiser receber e faz do jornal cheio de rejunte sua confortável cama forrada de seda só para ficar ao meu lado.
    Quando está no sol, a minha Preta toma banho com sua língua tão rosa, tão úmida, tão suculenta, bailando para lá e para cá, num carinho de fazer gosto!
    A minha Preta não é só preta e também tem vários nomes. Magdalena de batismo. Magdá, Magdazinha, Madaroca. Nenê, Barata, Cabeçote. Farofa e Pereba. Atende por todos e acho que não tem noção de que ela é a menina que curou o meu coração.


4 comentários:

  1. Não curou só ao seu coração, mas ao meu também. Menina linda!

    ResponderExcluir
  2. Muito bom, parabéns pela Magdalena.

    ResponderExcluir
  3. Adriana, puxa, que lindo, que verdadeiro! Fiquei louca de amor por essa gatinha. Parecida consigo, ainda por cima! Sofrendo também, quando calha, do síndrome da "garota com enxaqueca".
    Beijos.
    És linda!
    Nina

    ResponderExcluir
  4. Adriana, passei para deixar um beijo e agradecer os teus comentários.
    Nina

    ResponderExcluir

Olá! Tenho muito interesse em saber a sua opinião sobre esta postagem. Obrigada pela sua visita!